.ultimas baldadas

. Cortes na função pública

. Já cheira a Natal!

. Eleições legislativas - R...

. Experiência em BTT II

. Experiência em BTT

. Nós e o mar

. Orgulho em ser Português?...

. Pontes e a economia

. Divida nas finanças?!? Ah...

. E mais 18.000.000 que vão...

.baldes antigos

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

.tags

. 2009

. 2010

. acordo ortográfico

. actualidade

. açúcar

. algarve

. alunos

. aniversario

. ano novo

. arcachon

. arquitectos

. arvore

. automoveis

. avatar

. bacalhau

. bancos

. beleza

. bicicleta

. blog

. brisa

. brisingr

. btt

. burgos

. cabos

. calças de ganga

. cão

. caricato

. carinhos

. carnaval

. casa

. cavaco silva

. cerveja

. cheiro

. chuva

. cinema

. combustiveis

. comida

. condução

. cortes salariais

. cozinha

. crise

. crueldade

. cultura

. decisão

. destaque

. dieta

. doutores

. economia

. edp

. educação

. ego

. elixir bucal

. engenharia

. enqudramente

. ensino

. escola

. europa

. europeias

. familia

. feira do livro

. férias

. festas

. filme

. final feliz

. foto

. funcionarios publicos

. furadouro

. gadjet

. galp

. global

. greve

. halloween

. ice age

. impostos

. indignação

. informatica

. inicio

. leituras

. lourdes

. manifestação

. natal

. neve

. noruega

. obras

. omoleta

. orgulho

. país

. patriotismo

. politica

. portugal

. presente

. professores

. re-inicio

. salário

. salario minimo

. sociedade

. sortudo

. telemovel

. varicela

. verão

. todas as tags

Sábado, 30 de Janeiro de 2010
Monopólios

Manhã cedo.
Tragédia na auto-estrada.
Trânsito cortado e desviado para a nacional.

 

O que é que a Brisa faz? Obriga todos os condutores a passar na única via disponível para pagamento (porque a saída em causa é diminuta) originando uma fila de trânsito com quilómetros. Eu sei que dar borlas a toda aquela gente não sai barato, mas a Brisa poderia ter em consideração que a grande maioria daqueles condutores são clientes fiéis, diários e que, face a uma situação verdadeiramente anormal, não deixava de ser um ligeiro agrado aos seus clientes.


Pois, mas a Brisa, não tendo uma real concorrência, não precisa de ter esse tipo de consideração pelos utilizadores. É o típico despotismo de quem detém um monopólio.


Claro que assim é fácil apresentar grandiosos lucros, sendo serviços essenciais. Sim, porquê para grande parte das pessoas que se encontravam naquela enorme fila de trânsito a utilização da auto-estrada não é um luxo mas uma necessidade real face às (inexistentes) condições que as alternativas apresentam.


Mas este é um mal que atravessa transversalmente a grande maioria de empresas públicas, ex públicas ou  de capitais semi públicos. Basta atentar no exemplo da Edp, Galp e PT. Qualquer uma destas empresas apresenta lucros fabulosos, mas nenhuma, exceptuando a Galp, que por sua vez parece trabalhar numa espécie de cartel com as restantes petrolíferas, tem uma concorrência especialmente activa.


Por isso é que eu não gosto destas empresas. Consubstanciam-se com capitais doestado, provenientes dos impostos pagos pelos cidadãos, aproveitam-se disso para criar gigantescos monopólios para depois, com base nesses monopólios, cobrarem valores excessivos pelos serviços que prestam sem grandes contemplações para com o atendimento ao cliente. Também, vendo bem, nem precisam! O cliente, goste ou não, tem que utilizar os seus serviços.


Eu, no meu dia a dia, só utilizo essas empresas quando a alternativa não existe ou então é economicamente inviável. Será que estou certo? Não sei, mas pelo menos fico um pouquinho mais satisfeito em não contribuir para estes monopólios.

sinto-me:
chapado por O homem das obras às 18:32
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Alvaro Faustino a 6 de Fevereiro de 2010 às 18:23
São tudo farinha do mesmo saco. O mercado não é verdadeiramente livre em Portugal.
De O homem das obras a 8 de Fevereiro de 2010 às 18:10
E quem se lixa é o mexilhão!
De VeraPinto a 7 de Fevereiro de 2010 às 00:28
Eu sei do que falas :(

E nunca tanto um acidente me custou tanto.. Para além de também ter estado naquela enorme fila não conseguia para de chorar pelos pobres homens e pelas famílias! Estava sentimentalista. Mas a verdade é que todos os santos dias em que passo no local do acidente, onde eu própria já quase me matei, ainda me dá um friozinho na barriga que até dói
De O homem das obras a 8 de Fevereiro de 2010 às 18:10
Eu da fila até que me livrei, porque ia a caminho de Vila Real, mas não se justifica aquilo...

Aquela zona é perigosa, mesmo para quem já a conhece. Também já apanhei uns sustos por ali!

Ah! Então cruzamo-nos todos os dias! :)
De VeraPinto a 10 de Fevereiro de 2010 às 12:13
Parece que sim :)

Quase todos os dias faço aquele caminho magnifíco..

E passo sempre por aquele local.. Ainda onte, ia uma carrinha funerária a alguns metros de mim..

Pensei cá para mim: " Se aparecer algum camião aqui, e se seja desta que algum destes me consiga matar, já tenho transporte para casa!"

Medo.. Muito medo :)

Comentar post

.O Homem das Obras
.pesquisar
 
.Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.subscrever feeds
.Onde vou chapar massa
Nos intas
Sopros de Mar
O pequeno grande viking
Pensamento Aberto
Sem Fru-Frus nem Gaitinhas
Kulcinskaia
Por cá...
Diário de uma dona de casa à beira de um colapso...
Ver para Crer!
Pronúncia do Norte