.ultimas baldadas

. Cortes na função pública

. Já cheira a Natal!

. Eleições legislativas - R...

. Experiência em BTT II

. Experiência em BTT

. Nós e o mar

. Orgulho em ser Português?...

. Pontes e a economia

. Divida nas finanças?!? Ah...

. E mais 18.000.000 que vão...

.baldes antigos

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

.tags

. 2009

. 2010

. acordo ortográfico

. actualidade

. açúcar

. algarve

. alunos

. aniversario

. ano novo

. arcachon

. arquitectos

. arvore

. automoveis

. avatar

. bacalhau

. bancos

. beleza

. bicicleta

. blog

. brisa

. brisingr

. btt

. burgos

. cabos

. calças de ganga

. cão

. caricato

. carinhos

. carnaval

. casa

. cavaco silva

. cerveja

. cheiro

. chuva

. cinema

. combustiveis

. comida

. condução

. cortes salariais

. cozinha

. crise

. crueldade

. cultura

. decisão

. destaque

. dieta

. doutores

. economia

. edp

. educação

. ego

. elixir bucal

. engenharia

. enqudramente

. ensino

. escola

. europa

. europeias

. familia

. feira do livro

. férias

. festas

. filme

. final feliz

. foto

. funcionarios publicos

. furadouro

. gadjet

. galp

. global

. greve

. halloween

. ice age

. impostos

. indignação

. informatica

. inicio

. leituras

. lourdes

. manifestação

. natal

. neve

. noruega

. obras

. omoleta

. orgulho

. país

. patriotismo

. politica

. portugal

. presente

. professores

. re-inicio

. salário

. salario minimo

. sociedade

. sortudo

. telemovel

. varicela

. verão

. todas as tags

Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008
Ainda o Sr. Mário Nogueira

« O Secretário-Geral da Fenprof recusa a acusação de se negarem a negociar. “Queremos uma negociação aberta, não queremos é estar sujeitos à negociação do Governo”, disse Mário Nogueira, em declarações à SIC notícias. »

 

Engraçado... Que eu me lembre foi esse senhor que abandonou uma reunião com o Ministério da Educação ao fim de 15 minutos, apenas por estes terem garantido que, no corrente ano lectivo, não desistiam da avaliação... É tramado!

 

Ó sr. Mário Nogueira! Vá dar umas aulitas, isto se ainda sabe o que isso é...

sinto-me: Aborrecido
chapado por O homem das obras às 16:43
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De carla a 6 de Dezembro de 2008 às 12:39
Sabia que esse senhor nunca poderá voltar a dar aulas porque nunca foi professor na vida?
De bracarix a 28 de Março de 2009 às 17:06
Aparte os " posts ", e os comentários ,sobre ensino, educação , alunos, professores e considerando que todas as opiniões são bem-vindas, pois todos, os que somos democratas, queremos uma sociedade mais aberta, achamos que a obsessão de atacar Mário Nogueira é inconsistente e injusta.
Hoje, estar sindicalizado e ter uma Direcção capaz equivale a uma "apólice de seguro" e é uma mais-valia para a dignidade dos profissionais.Mário Nogueira é um garante. A construção civil também tem sindicato e os "trolhas" que o digam...

Amistosamente,

J.C.
De O homem das obras a 28 de Março de 2009 às 18:47
Vamos lá a ver se nos entendemos!!!

Não tenho nenhum sentimento anti sindicatos, reconhecendo que estes são o garante de uma relação justa e equilibrada entre o assalariado e a entidade patronal!

Agora, não confundamos os sindicatos dos professores, neste caso, e o sr. Mário Nogueira!

Desde longe que aquele sr vem monopolizando as atenções, no que às guerras sindicais diz respeito, na sua pessoa. Se tivermos em consideração que o sr Mário Nogueira é sindicalista a tempo inteiro, ou seja, pagam-lhe (ou melhor pagamos-lhe) para não fazer absolutamente mais nada que não seja estar sentado na sua secretária a arquitectar as suas guerras, acaba até por ser compreensível.

E é precisamente deste ponto que advém alguma da animosidade, que reconheço, nutro por esse sr! Como é que alguém que há tanto tempo não entra numa sala de aulas para enfrentar os alunos e fazer aquilo que os professores devem fazer, que é ensinar, pode, com alguma legitimidade, conduzir a luta dos professores e falar em seu nome. Na minha opinião não pode!

Esse sr já era dirigente sindical nos meus tempos de estudante, e desde aí muita coisa mudou. O desafio de ser professor, admito, tornou-se muito maior e, simultaneamente, difícil. Perdeu-se o respeito por aquela figura, que dentro da sala de aula deveria ser a autoridade maior. A enegrecer o cenário junta-se o facto de a grande maioria dos pais descartarem a sua responsabilidade de educar os seus filhos, atribuindo-a aos professores. Depois surgem os problemas do costume, indisciplina, falta de educação generalizada, agressões a professores, maus resultados por parte dos alunos, e um claro rancor por parte destes para com os seus professores. Com isto o sr Mário Nogueira, não se importa minimamente! Para este sr o que interessa é a manutenção dos direitos salariais dos professores, que diga-se em abono da verdade, sempre foram uma classe muitíssimo bem remunerada, comparando com a restante função pública, mas principalmente comparando com os trabalhadores do privado. Porque não vemos esse sr, com o tempo que tem no sindicato (se é que ele lá põem os pés?), a lutar por melhores condições de ensino no país? Porque não defende esse sr a posição dos professores na sociedade, que tão denegrida tem sido? Porque é que não o vemos a lutar por um maior respeito da sociedade por essa classe tão importante? Porque é que não se insurge esse sr contra todas as agressões a que são sujeitos, todos os dias, os seus colegas? Porque não combate por um melhor acesso à carreira? Porque, se calhar, esse sr não quer saber das condições que os seus colegas enfrentam todos os dias, talvez porque não lhe dão visibilidade política!

Comentar post

.O Homem das Obras
.pesquisar
 
.Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.subscrever feeds
.Onde vou chapar massa
Nos intas
Sopros de Mar
O pequeno grande viking
Pensamento Aberto
Sem Fru-Frus nem Gaitinhas
Kulcinskaia
Por cá...
Diário de uma dona de casa à beira de um colapso...
Ver para Crer!
Pronúncia do Norte