.ultimas baldadas

. Orgulho em ser Português

. Acordo ortográfico

.baldes antigos

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

.tags

. 2009

. 2010

. acordo ortográfico

. actualidade

. açúcar

. algarve

. alunos

. aniversario

. ano novo

. arcachon

. arquitectos

. arvore

. automoveis

. avatar

. bacalhau

. bancos

. beleza

. bicicleta

. blog

. brisa

. brisingr

. btt

. burgos

. cabos

. calças de ganga

. cão

. caricato

. carinhos

. carnaval

. casa

. cavaco silva

. cerveja

. cheiro

. chuva

. cinema

. combustiveis

. comida

. condução

. cortes salariais

. cozinha

. crise

. crueldade

. cultura

. decisão

. destaque

. dieta

. doutores

. economia

. edp

. educação

. ego

. elixir bucal

. engenharia

. enqudramente

. ensino

. escola

. europa

. europeias

. familia

. feira do livro

. férias

. festas

. filme

. final feliz

. foto

. funcionarios publicos

. furadouro

. gadjet

. galp

. global

. greve

. halloween

. ice age

. impostos

. indignação

. informatica

. inicio

. leituras

. lourdes

. manifestação

. natal

. neve

. noruega

. obras

. omoleta

. orgulho

. país

. patriotismo

. politica

. portugal

. presente

. professores

. re-inicio

. salário

. salario minimo

. sociedade

. sortudo

. telemovel

. varicela

. verão

. todas as tags

Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011
Orgulho em ser Português

Ainda que despropositadamente, nos últimos posts tenho focado o orgulho em ser Português.

 

Não é que tenha sido assolado por uma grave crise de nacionalismo, mas chatea-me profundamente estar sempre a ver denegrir este país que tanto tem de bom! Pode não ter os melhores políticos, tem os que o povo escolheu!Podermos não ter as melhores condições de vida ou a melhor economia, mas até podia ser pior face ao atraso que existia até ao fim do fascismo. Temos gente muito boa e profissionais de excelência em todas as áreas.

 

O país está na situação em que está porque o povo, por desinteresse, preguiça ou desambição assim o quer! Acabamos todos por ser coniventes com todo um conjunto de situações que estão profundamente erradas. É o primo que arranjou um lugar na função pública, numa posição que até não era necessária, porque o pai conhece não sei quem. É o vizinho que recebe o subsídio de desemprego mas anda a ganhar outro tanto a fazer biscates por fora. É o tipo que passa dia no café mas recebe o RSI e recusa todas as oportunidades que lhe aparecem. O político que, mesmo sendo do conhecimento público que é corrupto, continua a ganhar eleições. A empresa que ganha concursos públicos a torto e a direito, de forma desonesta, mas em que a concorrência se cala por receio de retaliação. Enquanto assim for vamos nós, classe média trabalhadora, continuar a perder poder de compra e qualidade de vida, para o estado poder continuar a sustentar este tipo de situações.

 

Mas já me desviei muito do que era o objectivo deste post. Ora bem, dizia eu que andava a falar em orgulho em ser Português e, nem a propósito, ontem o José Mourinho faz mais uma das dele, contrariando o protocolo da cerimónia, expressando-se em língua Portuguesa e exacerbando o orgulho na sua nacionalidade. Ainda bem que existem exemplos destes, a ver se é desta que esta gente desperta.

 

Parabéns Mourinho!

chapado por O homem das obras às 08:40
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 11 de Janeiro de 2011
Acordo ortográfico

Só para informar que este blog não respeita, nem respeitará, o acordo ortográfico.

 

Não encontro motivos para o fazer. Porque haveremos nós, Portugueses adaptar a a escrita do lado de lá do atlântico? É a língua Portuguesa, não é brasileira. Então porque raio temos que ser nós a adaptarmo-nos? É mais um acto de perda de orgulho nacional, facto que até nem surpreende, tendo em consideração a baixa estima da maioria da população. Parece que as pessoas têm tendência a se esquecer que Portugal já foi a maior potência mundial, estendendo a sua influência das Américas à Ásia. Apenas um grande povo conseguiria fazer isso, e nós fomos capazes!

 

Os nossos governantes deveriam ter olhado para o exemplo dos ingleses que, apesar da hegemonia e proliferação do inglês americano, mantêm a sua herança linguística. E convivem pacificamente ambas as línguas. Mas o Português não! Não se conteve e foi logo adoptar a maneira de escrever da ex colónia...

 

Quando vejo o canto dos directos da RTP só me apetece insultar o responsável por aquele atentado. Vá lá que os canais ditos sensacionalistas ainda não adoptaram essa mania...

chapado por O homem das obras às 08:27
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
.O Homem das Obras
.pesquisar
 
.Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.subscrever feeds
.Onde vou chapar massa
Nos intas
Sopros de Mar
O pequeno grande viking
Pensamento Aberto
Sem Fru-Frus nem Gaitinhas
Kulcinskaia
Por cá...
Diário de uma dona de casa à beira de um colapso...
Ver para Crer!
Pronúncia do Norte